quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Diário de Bordo!


O Diário de Bordo é um espaço onde as suas experiências de viagem podem ser ainda mais divididas com outros viajantes, você pode contar uma história engraçada, dar dicas ou até contar uma curiosidade do local que esteve com mais detalhes!

Quem quiser escrever para a gente será super bem-vindo! É só enviar um e-mail para faleconosco@milevo.com.br.
A história desta semana é da viajante Gisele Moraes!

Buenos Aires - Meu lugar

Existem momentos na vida onde passamos por um sentimento de inquietação, necessidade de explorar o desconhecido. Dia 31 de agosto de 2010, foi assim para meu noivo e eu.

Sem férias regulares e cheios de trabalho, num final de semana passeando pelo shopping nos deparamos com uma promoção de viagem a Buenos Aires e decidimos que aquele era o momento de enlouquecer.



Entramos na agência e fechamos o pacote para o feriado de 12 de outubro; por questões de trabalho, teríamos apenas três dias e eles teriam que ser aproveitados ao máximo.

Nós nunca havíamos pensado em ir a Buenos Aires. Como historiadores sonhávamos com Europa, Egito, Israel... Buenos Aires era um desafio a ser explorado.



Durante todo o mês de setembro realizei pesquisas sobre a cidade, pontos de interesse histórico-cultural, city tours... Eis que o dia tão esperado chegou 11 de outubro!

Embarcamos num vôo noturno e nosso encantamento começou ao ver as luzes da cidade. Como Buenos Aires é linda de noite! Iluminada!


Chegamos ao hotel e assim que desci do taxi e olhei a Avenida Roque Sáenz Peña, o obelisco... Era como se eu tivesse voltando para casa, como se eu tivesse vivido lá por toda minha vida!

No dia seguinte, logo cedo tomamos café e fomos à Plaza de Mayo, era feriado em Buenos Aires e a cidade fervia. Nos encantamos com os acampamentos, o senso de unidade daquele povo; sentíamos a atmosfera de todos os protestos já ocorridos naquele local e quase podíamos ouvir a voz de Evita Perón na sacada da Casa Rosada.


Então tomamos o ônibus turístico e iniciamos nosso percurso por aquela cidade encantadora. Recoleta, Congresso, Puerto Madero, Palermo, San Telmo, La Boca... Cada um desses locais dariam um novo artigo, pois Buenos Aires exerce esse poder de fascínio sobre quem a visita.

Naquela mesma noite fomos ao Show de Tango da Esquina Homero Manzi; a escolha não poderia ter sido mais perfeita! Casa intimista, com tango para porteños e não um espetáculo hollywoodiano para turistas. Orquestra perfeita, cantores perfeitos, bailarinos perfeitos, serviço e comida perfeitos! Correndo o risco de ser repetitiva: nossa noite não poderia ter sido mais perfeita!


No dia seguinte continuamos nosso city tour por museus, praças e terminamos no Cemitério da Recoleta após uma longa e insuficiente visita ao Museu de Belas Artes que é simplesmente de tirar o fôlego.

Em três dias conhecemos a cidade de uma forma que muitos não conhecem em meses. A experiência foi tão boa que em janeiro de 2011, voltamos para passar uma semana e comemorar meu aniversário. Bom, alguns podem pensar: três dias foi paixão, mas em uma semana dá tempo de desapaixonar... Impossível! Essa semana só reforçou meu encantamento e fez ter uma convicção: “Um dia ainda vou morar nessa cidade”.


Passaria dias tentando descrever o sentimento de satisfação que tive nas minhas duas passagens por Buenos Aires, mas creio que as pessoas tenham que ir, ver e sentir a energia da cidade.

Espero que agora entendam toda minha insistência (que beira à chatice) em ganhar as promoções que levam os usuários das redes sociais a Buenos Aires.


E você que ainda não conhece Buenos Aires, ou que deseja visitar novamente a capital argentina, veja as ofertas de passagens aereas da Submarino Viagens!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...